domingo, 31 de janeiro de 2016

Rápidas palavras sobre Arádia a Rainha das Bruxas


Existe um Evangelho das Bruxas?

Sim, mas não é um evangelho como a bíblia e nem tem a mesma obrigatoriedade quanto ela, reforço a imagem da Wicca ser uma religião livre que permite que as pessoas acreditem ou não no que quiserem, contanto que essas crenças não afetem a própria bruxaria.

Arádia “rainha das bruxas” também conhecida como “a bela peregrina” tem sua historia muito popular na stregheria (falasse: strigaria), a bruxaria italiana, ou bruxaria tradicional, também chamada de bruxaria hereditária.
A “strega (falasse: striga, bruxa em italiano) sagrada” consiste na vida e nas peregrinações de Arádia nascida em 13 de agosto de 1313 na Toscana Italia, filha de pais católicos, rompeu laços familiares e se uniu aos fora da lei que viviam entorno do lago Nemi, La havia um antigo Templo Pagão em ruínas pertencente a Deusa Diana.

Porque os pagãos acreditam nela?

Pense da seguinte maneira, da mesma forma que o meu nome mágico é Zeus, também deve ter tido um monte de bruxos chamados Zeus, um nome comum como Arádia (filha mitológica da Deusa Diana) deve ter tido centenas de usuárias.
Cada pessoa deu valor a esse nome, então imagine que uma moça escolheu esse nome e saiu por ai pregando a bruxaria, daí veio outra e outra e por ai vai, a mesma historia se repete com Merlin, muitos acreditam que eram mais de um Merlin, mais de uma pessoa que usava esse nome.