domingo, 1 de junho de 2014

Tradições Naturais e Criadas


Antes quero deixar claro que não sou de nenhuma tradição, nem nunca fui de uma, e também não nutro paixões por uma em especifico no momento, isso não significa que eu esteja procurando por uma.



Eu ia escrever sobre os tipos de tradição, mas já existem milhares de sites, blogs e vídeos, falando sobre o assunto e eu não sou papagaio, mas eu prefiro falar sobre outra coisa, sobre as tradições que o povo “inventa”.
“Não Existe isso de Inventar Tradição” Alguns bruxos vão dizer isso, seria verdade se vivêssemos em um mundo em que todos seguem as “regras”.

Tradições Naturais:
Tradições que tem o “nascimento Natural” normalmente surgem ao longo dos anos, às vezes décadas, um coven que depois de tempos fazendo os rituais da mesma maneira, com as mesmas crenças e ensinamentos se torna uma tradição.
Ou uma bruxa que pratica sozinha durante décadas do mesmo modo, ela sozinha é de uma tradição única, uma tradição somente dela.
Uma tradição muda um pouco ao longo dos anos, porem as mudanças que ocorrem em uma tradição não são uma montanha russa, uma tradição verdadeira tem crenças e praticas estáveis que não mudam só porque um novo membro não gostou ou para ficar mais pratico para todos.

Tome como exemplo a igreja católica, igrejas e religiões verdadeiras são estáveis, não mudam drasticamente de tempos em tempos.

Tradições Criadas:
A bem da verdade, é que nada te impede de criar uma tradição do nada, nenhuma policia bruxa vai entrar na sua casa interromper seu ritual e te prender por criar uma nova tradição.

Sua tradição recém nascida não vai desaparecer se um bruxo famoso disser que sua tradição não é legitima, aliais você também poderia acusalo da mesma forma. 
Na verdade, ninguém pode provar que você inventou uma tradição do nada, se você for esperto (a), e contar “uma boa historia”, as pessoas nem vão desconfiar que ela foi “inventada”.
Varias tradições populares nos dias de hoje surgirão do nada, isso sem falar das criadas no facebook, em grupos, paginas e blogs e que provavelmente só tem um no maximo dois membros no mundo real.
Deixo claro que não tenho certeza de quais tradições surgiram naturalmente e quais são inventadas, talvez a tradição que parece pequena e que surgiu agora e que tem blog e grupo no facebook tenha surgido naturalmente.
Muitas tradições naturais na Bruxaria são ocultas para a grande maioria das pessoas, só os membros conhecem e a pouco tempo decidiram se “abrir” para o mundo, talvez a tradição que pareça pequena e nova seja antiga e grande.
Por isso que é tão difícil provar que uma tradição é natural ou criada.

Tenha a Mente Aberta:
Mas se você pensar com a mente aberta, vera que não a motivos para uma tradição recém criada ser pior do que uma tradição de décadas, o que é bom para uns é ruim para outros, você pode gostar de morango mais preferir pêssegos.
Sinceramente eu entraria em uma tradição criada a pouco tempo se eu me interessasse muito por ela e me sentisse bem na nova tradição, porem é como eu escrevi mais acima, uma tradição estável não tem crenças e praticas que mudam loucamente, Precisa sim ter estabilidade se você quiser que uma tradição seja considerada seria ou mesmo verdadeira.  
Mas relaxa, tem coisa pior do que gente que cria tradições do nada, gente que cria religiões, já ouvi falar de um monte de religiões que surgiram “num passe de mágica”.
REPITO se a religião tiver estabilidade (seriedade), e você se sentir bem nela e ela for a sua cara, porque não aderir?
Muitos afirmam que a igreja católica foi inventada e até algum tempo atrás ela era a religião dominante na terra, muitas igrejas famosas e poderosas foram criadas por um ou dois homens, nenhuma Religião ou Igreja foi criada por um Deus ou Deusa.
A questão mais importante não seria antiguidade, talvez nem seja seriedade, a questão seria honestidade com sigo mesmo, você deve se perguntar “eu me sinto bem nessa tradição?, eu poderia estar melhor em outra tradição?, eu quero experimentar outra tradição, talvez por curiosidade ou é um chamado?”.
E sim, disse isso mesmo, experimentar uma tradição, mesmo que recente, eu não gostava de capuccino, até experimentar capuccino sabor chocolate, talvez você não esteja conseguindo se conectar com o Deus ou Deusa de um Panteão porque simplesmente não tenha afinidade com ele ou ela ou com o panteão inteiro.

Cuidado:
Não entre em uma tradição por moda, porque todos os seus amigos estão entrando, e cuidado com lideres de covens ou lideres de tradições novas ou antigas, talvez a tradição pareça legal, mas o líder não seja legal, talvez o líder tenha criado só para parecer importante ou poderoso.

Quem não quer o titulo de Patriarca/Matriarca, Rei/Rainha, Lord/Lady, mas de repente a pessoa é o Rei da Tradição X, e parece tão poderoso e importante e no mundo real seja uma ótima pessoa, tem gente que quando entra na internet parece que veste um personagem, ou quando coloca sua roupa ritualística “baixa” a alta sacerdotisa mandona (e no dia a dia a pessoa seja mais gentil), e a maioria das pessoas não gosta de receber ordens (fica a dica).
Só uma ultima dica, se você quer criar uma tradição ou acredita que suas praticas já sejam uma tradição por si só, espere ela ter tempo (muitos anos) e ganhar estabilidade, não fique dizendo por ai que você criou uma tradição, ninguém precisa saber sobre a sua vida espiritual.

Por: Marcus Vinicius Goes Soares 
Curta a Minha Pagina: https://www.facebook.com/orgulhowicca