terça-feira, 5 de maio de 2015

Algumas Palavras sobre os Professores

Todos tem a capacidade de Ensinar, porem poucos se tornam bons
professores. 
O conceito de bom professor é muito diversificado, cada um tem uma opinião sobre o que é um bom professor.
Segundo um consenso comum o professor ideal é multi tarefa, sendo capaz de se adequar a diversas situações e necessidades do aluno, ressaltando a dedicação de transmitir o conhecimento.
Mas e quando o aprendiz não quer aprender ou simplesmente não tem paciência para ouvir o professor?

Professor é professor, milagreiro é outra coisa. Dizem que: o mestre aparece quando o aprendiz esta pronto, e vice versa. 
Mas e se o aprendiz nunca ficar pronto?
Ele pode simplesmente desejar ter conhecimento, mas não ter paciência ou ser bom ouvinte para aprender com um mestre.
Por isso que defendo em partes o estudo solitário, mas nem tudo esta nos livros, tem coisas que só a experiência pode ensinar.
Alguns dizem que um mestre nunca deve ensinar de graça, porque as pessoas não dão valor (e não dão mesmo), outros dizem que o ensino deve ser transmitido gratuitamente, e outros afirmam que não pode existir amizade sincera entre o mestre e o aprendiz, pois os dois não estão em posição de igualdade.
Talvez hoje em dia, seja isso que não esteja claro para muitos, é necessário respeitar seu mestre, seu professor, seu facilitador, ainda mais quando ele ou ela não cobra nada para passar seu conhecimento.
Tem gente que não respeita nada nem ninguém, não entende hierarquia, tem dificuldade de obedecer ordens.
Agora chego a minha teoria, se o brasileiro tem dificuldade de aceitar ordens, seguindo nosso jeitinho de malandro, sempre querendo se dar bem e enganar o patrão ou não se importar com o governo, achando que todos são corruptos e suas leis são injustas e por isso não precisamos segui-las.
Os bruxos brasileiros também tem dificuldade de entender e aceitar a hierarquia e acatar a ordens, a alta sacerdotisa ou sacerdote da uma ordem e o membro do coven não a aceita bem, acha que não precisa obedecer ninguém, acha que a pessoa esta sendo mandão ou controladora.
Apesar de alguns lideres abusarem de sua posição fazendo seus covens verdadeiros pontos de comercio, tratam outros lideres como sendo 
“a concorrência” e ate mesmo diminuindo eles para se vangloriar, se preocupam mais com o dinheiro que vão receber e os seguidores que terão do que com a evolução de seus aprendizes.

Já vi muitos assim, infelizmente! 


Por: Marcus Vinicius Goes Soares